Tecnologias para uma agricultura sustentável na AGRIFAM (23/07/09)

A Embrapa Agrobiologia (Seropédica/RJ) participa, de 31 de julho a 02 de agosto, da AGRIFAM 2009 (Feira da Agricultura Familiar e do Trabalhador Rural), em Agudos, São Paulo. Serão apresentadas tecnologias voltadas para a redução dos impactos da agricultura no meio ambiente e de fácil aplicação pelo agricultor familiar, como por exemplo, a inoculação de sementes com rizóbio, adubação verde, cobertura viva do solo com leguminosas e o Sistema Integrado de Produção Agroecológica. Também serão apresentadas miniaturas de minhocários para que os visitantes possam conhecer e entender como acontece o processo de vermicompostagem e a produção de húmus.

Publicações sobre agricultura orgânica também serão levadas para o evento, com destaque para os livros dedicados ao público infantil, como "A História do Seu João das Alfaces", "O Mulungu" e "O Mulungu e seus amigos rizóbios". Para as crianças também será apresentado no estande da Embrapa o DVD "A História de João das Alfaces. Com duração de 15 minutos, o filme conta a história de um produtor que só planta alfaces e resolve atacar as pragas com agrotóxicos. Com as instruções corretas sobre agricultura orgânica, João se vê livre das pragas.

Conheça um pouco mais as tecnologias que serão apresentadas:

Inoculação com rizóbio

É todo material contendo microrganimos e que atua favoravelmente no desenvolvimento das plantas. O inoculante contém bactérias específicas para cada espécie de leguminosa. Por este motivo, o inoculante preparado para uma leguminosa não pode ser utilizado em outras espécies. As bactérias fixadoras de nitrogênio, chamadas rizóbios, quando em contato com as raízes das leguminosas induzem a formação de pequenas bolinhas, chamadas de nódulos. No interior dos nódulos ocorre o processo de aproveitamento do nitrogênio do ar por estes microrganimos.

Adubação verde

A adubação verde é uma prática que consiste no plantio de espécies capazes de reciclar os nutrientes para tornar o solo mais fértil e consequentemente mais produtivo. A Embrapa Agrobiologia vem pesquisando o uso de plantas que servem como adubos verdes, em especial as leguminosas. Estas espécies são capazes de se associar a bactérias presentes no solo e transformar o nitrogênio do ar em compostos nitrogenados.

O uso de adubos verdes significa também uma economia para o agricultor porque ele pode reduzir ou até eliminar o uso de fertilizantes minerais nitrogenados. Além disso, a adubação verde contribui para uma maior sustentabilidade da agricultura, garantindo a conservação de recursos naturais.

Cobertura Viva do Solo com Leguminosas

A técnica de cobertura viva com leguminosas consiste em utilizar plantas da família das leguminosas para cobrir todo o solo na área de cultivo. São várias as vantagens do uso desta cobertura viva, entre elas, está o controle da erosão pois a superfície do solo nunca fica desprotegida ao contrário do plantio convencional. Outra vantagem é que o uso de coberturas vivas protege o solo de chuvas intensas, além de favorecer a reciclagem de nutrientes e estimular os efeitos benéficos trazidos pelos microrganismos. No caso de leguminosas, plantas capazes de se associar a bactérias fixadoras de nitrogênio, as coberturas vivas ainda contribuem para o fornecimento desse nutriente para as plantas cultivadas.

Sistema Integrado de Produção Agrecológica-SIPA

Também conhecido como Fazendinha Agroecológica Km, o SIPA tem sido a base para as pesquisas em agricultura orgânica realizadas pela Embrapa Agrobiologia. O projeto é uma parceria entre a Embrapa (Embrapa Agrobiologia/Embrapa Solos), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Pesagro - Rio (Estação Experimental de Seropédica). Trata-se de uma área de aproximadamente 60 hectares, situada na Baixada Fluminense (RJ), onde são realizadas pesquisas de campo, dentro de um sistema multidiversificado, sem o uso de agroquímicos sintéticos, enfatizando a integração lavoura-pecuária.. Num solo considerado pouco fértil, são cultivadas, sem o uso de agrotóxicos, mais de 50 espécies de plantas, incluindo frutíferas variadas, hortaliças e cereais. A Fazendinha oferece ainda treinamento e capacitação para estudantes de todos os níveis, profissionais das Ciências Agrárias e agricultores.

Assessoria de Imprensa:
Embrapa Agrobiologia
Ana Lucia Ferreira (MTB 16913/RJ)
Tel:(21) 3441-1596 
     (21)9339-1850


Prosa Rural: Programa de rádio produzido pela Embrapa
Participe do próximo programa Dia de Campo na TV